Tradução automática de sites: o repelente perfeito para afastar clientes internacionais

CopywritingABC
Se é dono de uma empresa ou trabalha de forma independente e pretende ter uma maior exposição a nível nacional e, principalmente, a nível internacional, então uma das melhores formas de a atingir é criar um site a expor os seus serviços. Se pretender conquistar públicos internacionais, é essencial que o seu site esteja traduzido para que os seus futuros clientes consigam perceber qual é a mensagem e os serviços que o seu negócio oferece. Há uma ferramenta gratuita e rápida que pode traduzir o seu site de forma automática: o Google Translate. Mas será que esta ferramenta lhe garante que vai cumprir o seu objetivo? Ou será que o barato (de graça, neste caso) lhe vai sair caro? Apesar deste recurso poder ser bastante útil para quem usa por prazer, por exemplo, para um utilizador que apenas quer saber o conteúdo de um e-mail recebido ou de um artigo cujo tema é do seu interesse, em termos de negócio, deixa muito a desejar. E já sabe, não deve misturar negócios com prazer! Mas quais são as verdadeiras razões que afastam os clientes internacionais do seu site traduzido automaticamente?
  1. SEO comprometido: O SEO (Search Engine Optimization ou, em português, otimização para motores de busca) é um passo extremamente importante na criação do seu site. Quanto melhor for o seu SEO melhor posicionado fica o seu site e mais hipóteses tem de segurar aquele cliente desejado que está neste momento a procurar por serviços que fornece, no Google. Contudo, e isto pode parecer um contrassenso, as Google’s own quality guidelines penalizam os sites que utilizam – sim não estou a inventar – tradução automática, ou seja, o Google Translate. O que irá fazer com que o seu site não fique na posição desejada. O utilizador internacional, ao utilizar os termos da sua língua de destino para procurar os seus serviços, vai chegar a outro site primeiro.
  2. Zero Controlo de qualidade: O Google Translate é um robô que traduz automaticamente sem nenhum controlo de qualidade. Os termos variam de contexto para contexto e a máquina pode não perceber isto. Arrisca-se a ter um termo mal traduzido ou a ter um conteúdo que não diz nada ao seu cliente. Além disto, o robô não irá utilizar sinónimos o que não agrada nem ao SEO nem ao seu cliente, correndo o risco de soar “falso” ou “repetitivo”.
  Um termo mal traduzido pode mesmo induzir o seu cliente em erro e, dependendo do conteúdo, prejudicar a sua segurança. Uma investigação à utilização do Google Translate nos “Termos e condições” de um site oficial de uma companhia aérea revelou isto mesmo, um conjunto de erros e consequências no mínimo desagradáveis para o cliente. Pode imaginar como um erro num documento destes e, ainda por cima, de uma companhia aérea pode correr bastante mal! Bem, mas é fácil apontar problemas e…. soluções? A solução é contratar uma empresa competente e com experiência não só na área da tradução propriamente dita, como também em Copywriting… a ABC Traduções! Uma empresa de tradução com 23 anos de experiência e que lhe vai garantir não só uma tradução fiel aos valores que o seu negócio defende, como também uma SEOmântica adequada aos mercados visados.

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *