Tradução e Linguagem


(Parte I)
São numerosas as tentativas de teorização da Tradução. Contudo, no sentido estritamente científico do termo, Teoria da Tradução ou Tradutologia não existem.
Em contrapartida, podemos falar de descrições e análises plurais; tão plurais como o são as diferentes práticas da Tradução existentes.
Na origem, é importante não esquecer que é a linguagem o instrumento por excelência da Tradução. Estudar a Tradução é estudar a linguagem. Analisar problemas de tradução, é analisar problemas de linguagem.
Assim, para entender a génese da Tradução, impõe-se uma viagem às origens da linguagem, numa abordagem perfeitamente multidisciplinar: arqueologia, etnologia, antropologia, interacionismo simbólico, sociologia…
O material de análise dos profissionais dessas áreas do saber intemporais não é mais do que uma linguagem, e as interpretações que dele fazem não são mais do que traduções.
Em cada período da história, o Homem existiu através das linguagens que foi forjando. A cada linguagem correspondia/corresponde uma organização do pensamento, uma visão do mundo. A cada interpretação corresponde uma tentativa de tradução.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

NEWSLETTER ABC

ABC Traduções | Todos os Direitos Reservados Ⓒ 2019